Encontro do Clubinho do Piano – Março de 2018

O primeiro encontro do Clubinho do Piano de 2018 aconteceu neste último sábado. Aproveitei o mês (March) e trabalhei pelas marchas o caráter expressivo nas peças.

Fiz uma seleção de diferentes marchas (as quais você pode escutar no meu canal do YouTube clicando aqui) e enquanto ouvíamos fui questionando as crianças sobre a função das marchas e os diferentes contextos em que elas podem aparecer. Depois disso distribui cartões com informações e ilustrações a respeito das músicas que ouvimos. Os cartões estavam partidos e as crianças tiveram a missão de juntar procurar unir os pares para poder ler a breve informação sobre a peça em questão.

Nós elegemos a marcha mais triste a mais alegre, e procuramos identificar de uma maneira genérica quais as dinâmicas, articulações e intensidades que mais caracterizavam uma ou outra emoção.

Com o nosso mapa de emoções pronto, fizemos improvisações nas teclas pretas: as crianças fizeram uma fila, e um por vez improvisava por um momento uma das emoções, o próximo colega improvisava com a outra, e assim sucessivamente. Cada estudante pôde improvisar duas vezes, uma vez dentro de cada emoção.

DSCN0036.JPG

Passando para o momento da performance, distribui entre os estudantes cartelas de bingo, onde cada quadrado havia alguma observação como “lembrou de se curvar”, “iniciou com as mãos sobre as pernas”, “tocou muito rápido”, “tocou com os punhos muito baixos”, etc… Eles deveriam marcar uma observação para cada música executada por um colega, e fazer um breve comentário sobre porque escolheu aquela observação. O objetivo era marcar em sequências três quadrados, isso os faria refletir melhor sobre qual observação escolher e qual comentário fazer sobre a observação.

DSCN0022.JPG

Anúncios

Conhecendo o piano

DSCN0120.JPGObjetivos:

Conhecer o instrumento e suas principais partes.

Conteúdos:

Partes do piano.

Número de jogadores:

1 ou mais.

Recursos necessários:

Bloco de papéis auto-adesivo.

Descrição prática:

Escreva em folhas de blocos algumas das partes tais como: pedais, cordas, martelos, tábua de ressonância, estante, caixa, etc… Entregue um dos papéis, diga o nome da parte escrita e lhe dê tempo para tentar encontrar no instrumento a devida parte. O estudante deve então colar o papel sobre a respectiva parte no instrumento.

Dica: Comece pelas partes de fora para depois abrir o instrumento diante do aluno. Os pequenos costumam se maravilhar com isto.

Mímica sonora

Objetivos:DSCN0010.JPG

Conhecer diferentes sons que podem ser produzidos no piano.

Conteúdos:

Grave e agudo;

Forte e fraco;

Articulações.

Número de jogadores:

1 ou mais.

Recursos necessários:

Um quadro ou papel para anotar a lista de animais.

Descrição prática:

O professor anota nomes de animais aleatórios que forem ditos pelos alunos. Depois de um pequeno número anotado, o primeiro jogador deve escolher um sem revelar aos outros, e produzir no piano sons que representem o animal escolhido. O estudante que acertar o animal que está sento imitado será o próximo a escolher e imitar outro animal.

Você pode jogar com alunos individuais, neste caso um por vez deverá escolher e representar um animal.

Dica: estimule os alunos a explorarem articulações associando-as aos movimentos de locomoção dos animais. Considero os animais aquáticos os mais interessantes para serem associados ao legato.

Fonte original: https://pianosafari.com/teacher-resources/teacher-guides/teacher-guide-for-repertoire-book-1/

Simon diz / Corrida sobre as teclas

DSCN0014.JPGObjetivos:

Fortalecer o reconhecimento rápido das notas e geografia do teclado.

Conteúdos:

Geografia do teclado.

Número de jogadores:

1 ou mais.

Recursos necessários:

Nenhum.

Descrição prática:

O professor ou um aluno será o líder que deverá ordenar coisas diferentes como: tocar todos os ré’s do piano em sentido ascendente. Para alunos mais iniciantes, no lugar de notas específicas você pode indicar conjunto de teclas pretas.

Versão competitiva de Simon diz: Todas as ordens devem iniciar com “Simon diz…”. Se o líder simplesmente der a ordem, está não deve ser obedecida, o jogador que a obedecer está eliminado do jogo.

Dica: Você pode, além da direção, indicar diferentes dinâmicas e articulações para os alunos tocarem.

Versão competitiva em corrida: Se você tiver dois pianos, cada aluno ficará em um. Caso você só tenha um, divida o piano ao meio e cada aluno ficará com uma metade (o dó central pode ser o ponto de chagada).

Nesta versão jogará dois alunos de cada vez. Aquele que cumprir a ordem mais velozmente permanecerá no piano, o que tiver terminado a ordem depois cederá lugar para outro participante.

Dica: Em aulas individuais em que os pais permanecem na sala você pode fazer a corrida entre pai e filho.

Fonte original: https://pianosafari.com/teacher-resources/teacher-guides/teacher-guide-for-repertoire-book-1/

Torre de equilíbrio musical

DSCN0007.JPGVocê conhece o jogo “torre de equilíbrio” ou “Jenga”?

Consiste em uma torre de pequenas peças equilibradas posicionadas três no sentido horizontal e três no sentido vertical sucessivamente. Cada jogador deve tirar uma peça e posicioná-la em cima da torre sem deixá-la cair. Perde aquele que derrubar a torre.

Aqui vou apresentar uma versão musical deste jogo que encontrei no blog Color In My Piano de Joy Morin.

Objetivos do jogo:

Equilibrar o maior número de peças sem deixar a torre cair.

Objetivos musicais:

Reforçar conceitos musicais diversos.

Conteúdos:

Símbolos;

notação;

expressões.

Número de jogadores:

No mínimo 2.

Recursos necessários:

Um conjunto de peças do jogo torre de equilíbrio (ou jenga) contendo em cada uma um símbolo musical, ou expressão, ou padrão rítmico… Você pode ver abaixo a lista traduzida dos símbolos sugeridos por Joy, os quais reproduzi no meu jogo. A lista contém as símbolos de ambos os níveis de dificuldade colocados em cada peça.

Dica: Você pode colocar conteúdos com níveis de dificuldade diferentes em cada lado da peça caso planeje usar o jogo em uma aula coletiva com estudantes de diferentes níveis.

Descrição prática:

O primeiro jogador retira da torre uma das peças (que não seja uma das três de cima), então identifica o elemento nela desenhada. Se acertar colocará a peça em cima da torre, caso erre deverá colocar esta e retirar outra. O jogo termina quando alguém derrubar a torre. É perdedor quem deixar a torre cair.

Dica: Para não tomar muito tempo da aula, você pode estipular um número de jogadas para cada estudante (três, por exemplo) e desafiá-los a passarem todas as rodadas sem deixar a torre cair.

Fonte: https://colorinmypiano.com/2011/01/31/musical-jenga/

 

1. Semínima | Semínima

2. Mínima | Mínima

3. Mínima pontuada | Mínima pontuada

4. Semibreve | Semibreve

5. Pausa de Semínima | Pausa de Semínima

6. Pausa de mínima | Pausa de mínima

7. Piano (Símbolo de dinâmica) | Piano (Símbolo de dinâmica)

8. Mezzo piano (Símbolo de dinâmica) | Mezzo piano (Símbolo de dinâmica)

9. Mezzo forte (Símbolo de dinâmica) | Mezzo forte (Símbolo de dinâmica)

10. Forte (Símbolo de dinâmica) | Forte (Símbolo de dinâmica)

11. Legato (O símbolo sobre três notas) | Legato (O símbolo sobre três notas)

12. Staccato (O símbolo sobre três notas) | Staccato (O símbolo sobre três notas)

13. Fermata | Acento (símbolo sobre uma nota)

14. M.E. (Sigla para mão esquerda) | Sustenido

15. M.D. (Sigla para mão direita) | Bemol

16. Clave de sol | Clave se sol

17. Clave de fá | Clave de fá

18. Barra de compasso (eu escrevi por extenso) | Barra de compasso (eu escrevi por extenso)

19. Compasso (eu escrevi por extenso) | Compasso (eu escrevi por extenso)

20. Pentagrama (eu escrevi por extenso) | Pentagrama (eu escrevi por extenso)

21. Barra de repetição | Barra de repetição

22. Barra de fim | Barra de fim

23. 3/4 | 3/4

24. 4/4 |4/4

25. 2/4 | 2/4

26. Dó no teclado | Dó no pentagrama

27. Ré no teclado | Ré no pentagrama

28. Mi no teclado | Mi no pentagrama

29. Fá no teclado | Fá no pentagrama

30. Sol no teclado | Sol no pentagrama

31. Lá no teclado | Lá no pentagrama

32. Si no teclado | Si no pentagrama

33. Dedo 1 (eu escrevi por extenso) | Bequadro

34. Dedo 2 (eu escrevi por extenso) | rit.

35. Dedo 3 (eu escrevi por extenso) | Ligadura de aumento (sobre duas notas na mesma altura)

36. Dedo 4 (eu escrevi por extenso) | Intervalo de 4ª no pentagrama

37. Dedo 5 (eu escrevi por extenso) | Intervalo de 5ª no pentagrama

38. Uníssono (por extenso) | Uníssono (por extenso)

39. Grau conjunto (Intervalo de 2ª no pentagrama) | Intervalo de 2ª no pentagrama

40. Grau disjunto (Intervalo de 3ª no pentagrama) | Intervalo de 3ª no pentagrama

41 – 48. Padrão rítmico | Padrão rítmico com dificuldade mais avançada